Turismo e Sustentabilidade na Paisagem Fortificada

As “Conferencias Internacionais de Elvas” realizam-se no próximo dia 17 de Junho, no Forte da Graça, em Elvas. O evento, subordinado ao tema “Turismo e Sustentabilidade na Paisagem Fortificada”, resulta de uma parceria da AIAR, associação de desenvolvimento pela cultura, com a Direcção Regional de Cultura do Alentejo, o ICOMOS Portugal e o Município de Elvas.

Trata-se de um modelo de um dia de trabalhos, de debate e partilha de conhecimento, mais intensivo, seguido de um segundo dia, facultativo, já de descontracção, de visita e sociabilização entre os participantes.

A ideia destas Conferencias nasceu do interesse da AIAR em criar eventos que sejam simultaneamente formas de promoção e divulgação da Cidade, mas também que se enquadrem numa estratégia de desenvolvimento que se defende para a Região. A AIAR defende e acredita que é possível criar desenvolvimento a partir de dinâmicas e conteúdos de actividades criativas e culturais.

Constata-se existir na cidade de Elvas um conjunto de património militar fortificado, recentemente classificado pela UNESCO como Património da Humanidade, que consubstancia uma fantástica máquina de guerra e uma ímpar mostra de Engenharia Militar. Estes atributos simbólicos e formais, relevantes e significativos, confirmam-lhe um potencial a explorar, em particular no mundo da comunicação, da imagem e consequentemente no turismo.

Elvas tem tudo o necessário para essa ambição: Paisagem e monumentos espectaculares, cenários, gastronomia, produtos locais genuínos e pessoas, que são o elemento fundamental dos sítios. A AIAR tem a vontade, a dinâmica e o capital humano, bem como a criatividade necessárias para fazer deste evento o sucesso que se deseja.

Abrir Elvas ao Mundo, ao debate de ideias, harmonizando-as de forma a diversificar estratégias para o futuro, pressupondo o estabelecimento de uma rede de comunicação de ideias, são os objectivos essenciais a atingir.

Tendo em conta que a promoção turística de territórios de elevado valor natural, cultural e paisagístico; bem como promoção do turismo da natureza, do turismo aventura ou de práticas mais tradicionais de turismo cultural e turismo religioso, é na actualidade, uma prática continuada e sistematizada, pretende-se promover, de forma positiva, a discussão sobre:

  • a interacção do fenómeno Turismo em sítios classificados como Património da Humanidade;
  • a preocupação com a Sustentabilidade no processo de gestão do destino turístico;
  • casos de estudo que respeitem as normas internacionais da teoria da conservação, restauro e reabilitação,
  • metodologias conducentes a boas práticas de gestão urbana e patrimonial, avaliadas e monitorizadas regularmente, de forma a antever disfunções.